Atual campeão do US Open, Andy Murray deu mais um passo em sua caminhada em busca do bicampeonato do Grand Slam norte-americano, neste domingo, em Nova York. Cabeça de chave número 3 desta edição da competição, o britânico venceu o alemão Florian Mayer por 3 sets a 0, com parciais de 7/6 (7/1), 6/2 e 6/2, e foi às oitavas de final.

Com isso, Murray se credenciou para enfrentar na próxima fase o vencedor do confronto entre o italiano Andreas Seppi e o usbeque Denis Istomin, também previsto para ser encerrado neste domingo.

O tenista escocês só teve maiores dificuldades para bater Mayer no primeiro set, no qual precisou jogar um tie-break para superar o rival. Nas duas parciais seguintes, porém, atropelou o alemão, que não conseguiu aproveitar nenhuma das duas chances que teve de quebrar o saque do adversário em toda partida. Já Murray converteu quatro de seis break points para encaminhar o seu triunfo em sets diretos.

No mesmo lado da chave de Murray e possível rival do britânico nas quartas de final, o checo Tomas Berdych também se garantiu nas oitavas do US Open em outro jogo já encerrado deste domingo. Quinto cabeça de chave do Grand Slam, ele massacrou o francês Julien Benneteau com parciais de 6/0, 6/3 e 6/2.

Com a vitória obtida com autoridade nesta terceira rodada, Berdych enfrentará na próxima fase o suíço Stanislas Wawrinka, que neste domingo sofreu um pouco para derrotar o cipriota Marcos Baghdatis por 3 sets a 1, com 6/3, 6/2, 6/7 (1/7) e 7/6 (9/7).