O britânico Andy Murray foi a grande decepção desta quarta-feira no Masters 1.000 de Montecarlo. Terceiro cabeça de chave da competição e tenista número 4 do ranking mundial, ele foi arrasado logo em sua estreia pelo alemão Philipp Kohlschreiber por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/1, em apenas 64 minutos.

Por causa da sua inesperada e apática atuação, Murray chegou a ser vaiado pelos torcedores quando deixou a quadra após a derrota. Pelo feito, Kohlschreiber irá enfrentar nas oitavas de final o compatriota Philipp Petzschner.

Curiosamente, Petzschner aprontou a outra principal surpresa do dia ao vencer o austríaco Jurgen Melzer, 15.º cabeça de chave, por 2 sets a 0, com 7/6 e 6/2.

Kohlschreiber, 33.º colocado do ranking mundial, avança às oitavas de final depois de ter eliminado o brasileiro Thomaz Bellucci na estreia, em um jogo bastante equilibrado, diferentemente do que aconteceu no confronto com Murray.

Mas, se Murray foi surpreendido, o croata Ivan Ljubicic confirmou o seu favoritismo em sua estreia em Montecarlo nesta quarta-feira. Oitavo cabeça de chave, ele superou o francês Michael Llodra por 2 sets a 0, com 6/3 e 7/6, e avançou às oitavas de final. Com a vitória, irá jogar por uma vaga nas quartas de final contra o espanhol David Ferrer.

Já o espanhol Rafael Nadal, que busca o hexacampeonato em Montecarlo, soube nesta quarta-feira que irá enfrentar o alemão Michael Berrer nas oitavas de final. O tenista da Alemanha venceu o argentino Juan Monaco, por duplo 6/4, para poder encarar o cabeça de chave número 2 da competição.