O britânico Andy Murray se classificou nesta quinta-feira para a decisão do Aberto da Austrália ao derrotar o croata Marin Cilic por 3 sets a 1, com parciais de 3/6, 6/4, 6/4 e 6/2. O seu adversário na final sairá do confronto entre o suíço Roger Federer e o francês Jo-Wilfried Tsonga, que será disputado na sexta.

Apesar da vitória, Murray perdeu o seu primeiro set no Aberto da Austrália. O britânico contou também com o cansaço de Cilic, que disputou três jogos de cinco sets, contra Bernard Tomic, Juan Martín Del Potro e Andy Roddick, para triunfar em um jogo que teve o início dominado pelo tenista croata.

No primeiro set, Cilic contou com vários erros de Murray para obter quebras de serviço no quinto e no nono game para triunfar por 6/3. O britânico reagiu na segunda parcial e, com agressividade, conseguiu uma quebra de saque no quinto game para vencer por 6/4. Nos dois últimos sets, Murray passou a dominar o jogo, se aproveitando do cansaço de Cilic para triunfar nas parciais por 6/4 e 6/2, se garantindo na final do Aberto da Austrália.