A volta aos treinamentos do grupo de jogadores do Santos hoje foi tranquila, já que o time apenas cumpre tabela nesta reta final do Campeonato Brasileiro. Em dia de exercícios físicos, até Muricy Ramalho foi correr numa esteira, com Neymar fazendo tratamento para recuperação muscular.

Os jogadores tiveram de ir ao campo, mas apenas para correr. Somente no treino de amanhã, pela manhã, e na quinta, à tarde, é que o treinador comandará atividades com a bola. Miralles e Juan, suspensos, são desfalque na próxima partida.

 

Com a semana livre para treinos mais uma vez, e o ambiente alegre após a vitória por 4 a 0 no último sábado, sobre o Cruzeiro, em Belo Horizonte, o time se prepara para dois jogos contra equipes na zona do rebaixamento: sábado, no Distrito Federal, contra Atlético-GO, e depois contra Figueirense, domingo, dia 18, em casa.

 

Dois atletas chamam atenção nesta semana por assuntos fora de campo.

Neymar será julgado na quinta-feira pelo efeito suspensivo que o liberou da punição por ter sido expulso contra o Grêmio. Se não for absolvido, deve cumprir pelo menos mais um jogo de punição -e não entraria em campo contra o Atlético-GO.

O outro é o lateral direito Galhardo, que foi titular pela segunda vez no último jogo e espera ser mantido.

“Fiquei muito tempo parado [cinco meses, por cirurgia no pé esquerdo], foi meu segundo jogo e fico feliz do elogio do Muricy. A briga na lateral é boa, espero poder manter a sequência”, disse, à rádio Jovem Pan. Ele disputa a posição com Bruno Peres, que foi titular neste ano.