A Federação Internacional de Natação (Fina) definiu nesta sexta-feira as sedes para os Mundiais de Esportes Aquáticos de 2015 e 2017. O primeiro acontecerá na cidade de Kazan, na Rússia, enquanto o segundo será no México, em Guadalajara. A competição é a maior da entidade e reúne as cinco modalidades administradas por ela (natação, nado sincronizado, saltos ornamentais, polo aquático e maratonas aquáticas).

A outra candidatura que brigava para sediar uma das competições era de Hong Kong. A escolha aconteceu em Xangai, onde, neste sábado, começará a 14ª edição do Mundial de Esportes Aquáticos. A 15ª, prevista para 2013, já tinha sede decidida: Barcelona.

“Todas as candidaturas merecem ser parabenizadas pelo trabalho duro e o envolvimento pessoal. É uma garantia de que ambas as edições destes campeonatos serão incríveis, apoiadas em facilidades excelentes e contando com todo o apoio das autoridades nacionais e locais”, declarou o presidente da Fina, Julio César Maglione.

Para ganhar em prestígio, ambas as apresentações contaram com grandes nomes dos esportes aquáticos locais. A Rússia teve a presença do campeão olímpico de natação Alexander Popov, enquanto o México teve o ex-saltador Fernando Platas e a atual campeã mundial nos saltos ornamentais, Paola Espinosa, que lutará pelo bi em Xangai.