A 12.ª Mostra de Dança da Terceira Idade de Curitiba reuniu 700 idosos atendidos pelos programas sociais da Prefeitura, na Praça Oswaldo Cruz. Grupos de dança da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer e da Fundação de Ação Social apresentaram danças étnicas e coreografias de ginásticas.

“Atividades como a Mostra de Dança integram a série de ações desenvolvidas pela atual gestão para dar independência aos idosos, dando qualidade de vida e permitindo que se integrem à sociedade”, disse o secretário municipal do Esporte e Lazer, Neivo Beraldin.

Entre as apresentações feitas estavam danças étnicas japonesas e árabes, além de coreografias feitas nas aulas de ginásticas, oferecidas nos Centros de Esporte e Lazer da cidade.

“Quem não participa não sabe o que perde. Participar das atividades da Prefeitura para terceira idade ajuda a gente a manter o corpo, a cabeça e a alma em ordem”, disse a aposentada Guilhermina Schleider, 74 anos. “O mais importante é que a gente se sente viva e sente que pode fazer o que quiser”, disse Eunice Moreira, 75 anos.

Segundo o secretário municipal do Esporte e Lazer, Neivo Beraldin, as atividades físicas oferecidas para os idosos ajudam também na saúde. “Com os exercícios, eles ganham mais vitalidade e conseguem retomar atividades simples, evitando doenças”, diz Beraldin.