Morreu nesta sexta-feira, aos 76 anos, o argentino Francis Cornejo, olheiro considerado o descobridor do talento de Diego Armando Maradona. O anúncio foi feito pelo Argentinos Juniors, clube no qual Cornejo trabalhou, e não especifica a causa da morte.

O olheiro levou Maradona para treinar no Argentinos depois de vê-lo jogar aos 8 anos, em um campo de terra. Adotou o jogador como se fosse filho, como o olheiro gostava de falar – não deixou descendentes.

Em uma de suas últimas entrevistas, Cornejo – que continuou no trabalho de técnico de divisões de base e caça-talentos – afirmou que Maradona era seu maior orgulho. "Fico feliz por ter pintado um dos mais belos quadros do futebol", disse.