O Derby Paranaense, corrido na noite de sexta-feira, marcou sensacional vitória da potranca Moon Berry, que regulou o ritmo da corrida, com Fleetwood Mac e K?Marote, este entrando na reta na segunda colocação. O favorito Que Fuego, porém, rapidamente passou para segundo, diminuindo a diferença na altura dos 200 metros, mas quando exigida Moon Berry não só defendeu sua posição como também aumentou a diferença, vencendo por três corpos.

Moon Berry, uma filha de Burooj e Galanta (Tokatee), de criação do Haras Xará, defendeu a vitoriosa farda do Stud Chesapeake, de José Luiz Glaser, apresentada em grande forma por Pedro Nickel Filho e muito bem dirigida por Emerson Gonçalves Cruz, que soube dosar o ritmo da corrida.

Outras provas

After-Love, bem dirigida por André Luiz Mattos, surpreendeu na prova de abertura. Atropelando junto à cerca interna, dominou Star Mountain nos últimos metros, com Koanga na terceira colocação. A defensora de Gelson Luiz Cima foi apresentada por Ricardo Colombo.

Addis Abeba venceu em forte atropelada a segunda prova, mas foi desclassificada para último por falta de peso, mais de um quilo. Assim, Arabian Girl ganhou a prova, com Night Music na terceira colocação. A vencedora, dirigida por J.Ventura, foi apresentada por Mário Aparecido Santos.

Saratoga Spring venceu de maneira sensacional a terceira prova. O favorito Saint Hill entrou na reta na liderança, chegando a dar impressão de vitória, mas nos metros finais foi dominado por Saratoga Girl que, tocada com energia por Altair Domingos, ganhou a prova, cabeça na frente do favorito Saint Hill, com Seabrook perto, na terceira colocação. O vencedor, apresentado em boa forma por Luiz Roberto Feltran, defendeu as cores do Stud Green And White.

Clinique, do Stud Gold Star, venceu de ponta a ponta o quarto páreo, sob os cuidados de Rui Floriano Silva e bem dirigida por Emerson Gonçalves Cruz. Depois de breve luta, entrou na reta com boa vantagem e seguiu firme até o final, defendendo-se do ataque de Inbusiness, com Richelieu Place na posição imediata.

Navys Captain, com Altair Domingos, venceu a quinta prova. Prospere e Charuteiro brigaram pelas primeiras posições, mas na reta modificou-se o panorama da corrida. Depois de dura luta Navy?s Captain assumiu a ponta e, no final, defendeu-se do duplo ataque de Que-Monte-Claro, enquanto Aramore aproximou-se no final. O jóquei de Que-Monte-Claro reclamou que foi prejudicado, mas a prova foi confirmada na ordem de chegada. Navy?s Captain, do Haras Monte Carlo, foi apresentado por Olivio Zantedeschi.

Di Trevi, com Edgar Araújo, confirmou seu favoritismo na sexta corrida, defendendo a farda do Haras das Azeléas, sob os cuidados de Márcio Gusso. Hipofahim correu na ponta e só no final foi dominada pela favorita, com Listen Now na posição imediata.

Cosmopolitan, de Roberto Hassemann, apresentado por Altair Chioratto, conseguiu espetacular vitória, bem dirigido por Rafael Oliveira. Never Lover, quando dominou Nice Dodge, chegou dar impressão de vitória, mas nos metros finais Cosmopolitan livrou paleta de vantagem.

Blessed John, do Haras Áustria, conseguiu categórica vitória na prova de encerramento, derrotando o favorito I?M The Queen, com autoridade, em movimentado final, livrando dois corpos, chegando a seguir K?Mpeão, com Dragon Virtual completando o marcador.