O Santos tem um novo presidente para os próximos três anos. Neste sábado, em eleição que deveria ter sido realizada há uma semana, Modesto Roma Júnior foi eleito para o cargo na disputa com outros quatro candidatos. Com 62 anos, o novo mandatário santista é empresário e jornalista na cidade de Santos. Além disso, tem o apoio do ex-presidente Marcelo Teixeira, de quem foi superintendente.

Na eleição, Modesto Roma Júnior recebeu 1.371 votos, ficando à frente de José Carlos Peres, com 1.139, e Fernando Silva, que teve 1.077 indicações. Estes três, agora, irão compor o conselho de administração do clube. Nabil Khaznadar, que recebia o apoio da atual gestão de Odílio Rodrigues, teve 735 votos, em último lugar, atrás ainda de Orlando Rollo, que recebeu 855, em uma clara mostra de que o sócio não estava contente com a administração vigente.

Assim como aconteceu no último sábado, as urnas eletrônicas tiveram problemas pela manhã. A eleição tinha horário marcado para começar às 10 horas, mas sofreu um atraso de 30 minutos. Com falhas técnicas nos equipamentos, o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Paulo Schiff, resolveu que o pleito seria realizado com cédulas de papel.

Sem qualquer problema a partir daí, a eleição transcorreu tranquilamente no ginásio da Vila Belmiro, em Santos, apesar da demora para cada um votar. Na sede da Federação Paulista de Futebol (FPF), em São Paulo, as urnas eletrônicas funcionaram normalmente. A apuração, que começou às 18 horas, terminou por volta das 21h30.