O técnico interino do São Paulo, Milton Cruz, abordou somente dois assuntos durante a entrevista coletiva depois da vitória por 2 a 1 sobre o Danubio, nesta quarta-feira. O primeiro foi a estrutura ruim do estádio Luiz Franzini, em Montevidéu, que foi compensada pelo empenho da equipe em partida válida pela Copa Libertadores, algo também bastante destacado pelo comandante.

“O estádio tinha condições muito precárias. O que valeu foi o espírito de luta dos jogadores e a dedicação. Valeu demais o nosso empenho”, comentou. Milton relembrou que o concorrente direto do São Pasulo, o San Lorenzo, jogou contra o Danubio em um estádio com mais estrutura, o Centenário, e mesmo assim sofreu para virar o jogo no fim.

Nesta quarta, a equipe conseguiu o resultado positivo graças a Centurión. O argentino entrou no segundo tempo e marcou de cabeça o gol da vitória. “Foi um jogo muito atípico, com campo ruim, pequeno e muito vento. O São Paulo não está muito acostumado a fazer esse time de jogo. O São Paulo não é esse time que vocês viram”, explicou.

Pela tensão e necessidade de buscar o resultado até o fim, vários são-paulinos devem ter apresentado desgaste excessivo. Esse quadro preocupa Milton Cruz. “O jogo foi díficil e truncado. Precisamos ter uma recuperação legal para estar preparado para domingo”, disse. No fim de semana, o time encara o Santos, na Vila Belmiro, pelas semifinais do Campeonato Paulista.