Com campanhas parecidas e irregulares neste Campeonato Italiano, Milan e Napoli entraram em campo neste domingo, no estádio San Siro, em Milão, para voltarem à briga por posições que dão vaga em competições europeias na próxima temporada. Com a disputa do título somente entre Juventus e Roma, resta uma vaga para a Liga dos Campeões e outras duas para a Liga Europa. E quem se deu melhor foi o time da casa, que mostrou mais eficiência em seus ataques e ganhou por 2 a 0, na sequência da 15.ª rodada.

Com a vitória, o Milan chegou a 24 pontos, se igualou ao Napoli na pontuação e ficou na frente na tabela de classificação, agora em sexto lugar, por ter mais saldo de gols (7 a 6). O time napolitano poderia até subir para a terceira colocação se vencesse, mas tem que se contentar com a sétima posição. Além do Milan, está atrás de Lazio, Sampdoria e Genoa – todos com 26 pontos.

Em campo, o Napoli pretendia se fechar na defesa e sair em rápidos contra-ataques com o belga Mertens, pela esquerda, e o espanhol Callejón, pela direita, para servir o centroavante argentino Higuaín. No entanto, a estratégia foi perdida com o belo gol do francês Menéz, logo aos cinco minutos, após passar por dois adversários e chutar cruzado e rasteiro no canto esquerdo do goleiro brasileiro Rafael.

Em desvantagem, o time de Nápoles teve que ser mais ofensivo e até atacou com vontade no primeiro tempo, mas sem capricho nas finalizações. Quando parecia que seguiria dominando as ações em busca do empate na segunda etapa, veio mais um golpe perfeito do Milan. Também aos 5 minutos, Buonaventura iniciou a jogada pelo meio e tocou na ponta esquerda para o lateral Armero. O colombiano cruzou na primeira trave, onde o mesmo Buonaventura estava para cabecear para as redes. Era a pá de cal nas pretensões napolitanas.

Também neste domingo, a Fiorentina encostou neste “bolo” de cima da tabela de classificação ao golear o Cesena por 4 a 1, como visitante. Com 23 pontos, o time de Florença está em oitavo lugar. Borja Valero marcou o primeiro no final do primeiro tempo e a larga diferença no placar foi construída depois do intervalo com os gols de Stefan Savic, Gonzalo Rodríguez e Mounir El Hamdaoui.

A equipe da casa, que descontou com o gol contra de Savic, está dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Italiano. Com 8 pontos, está na 19.ª e penúltima colocação – na frente apenas do Parma, que tem seis.