O Milan confirmou nesta quarta-feira que o time irá enfrentar Chelsea e o Real Madrid durante a sua pré-temporada. Os dois clubes serão rivais da equipe italiana em um torneio amistoso que será realizado nos Estados Unidos.

A programação do Milan prevê viagem rumo ao território norte-americano no dia 27 de julho e retorno à Itália em 9 de agosto. “Jogaremos contra o Chelsea no dia 28 de julho, em Miami, em 4 de agosto, em Pittsburg, contra um rival ainda a ser definido, e teremos um amistoso contra o Real Madrid em 8 de agosto, em Nova York, no maravilhoso New York Yankees Stadium”, afirmou Adriano Galliani, vice-presidente do clube, em entrevista coletiva.

Galliani fez o anúncio dos amistosos contra o atual campeão europeu, Chelsea, e do Campeonato Espanhol, Real Madrid, durante evento de apresentação de um novo patrocinador do Milan, no qual também assegurou que lutará pela permanência no clube do zagueiro brasileiro Thiago Silva e do atacante sueco Ibrahimovic, que estudam propostas de outros times.

Ao falar sobre o assunto, o dirigente destacou o forte assédio a Thiago Silva, que foi liberado pelo Milan para disputar a Olimpíada de Londres, segundo confirmou Galliani. “O assédio verdadeiro é sobre Thiago. Parece que todos os clubes o querem: clubes e proprietários ricos. Thiago pediu e já obteve nossa autorização para ir aos Jogos Olímpicos. Chegamos à conclusão de que é melhor ter um jogado feliz do que um infeliz. Thiago está feliz de seguir no Milan. Tem contrato até 2016”, enfatizou.

O Milan terminou a última temporada com o vice-campeonato italiano e foi eliminado pelo Barcelona na Liga dos Campeões. E, agora, começa a formar um novo elenco e vive um processo de renovação após a saída de vários veteranos, como Nesta, Gattuso e Inzaghi. E a permanência de Thiago Silva é vista como fundamental pelo clube neste momento.