O Milan precisava vencer fora de casa neste domingo para seguir vivo na briga pelo título do Campeonato Italiano. A equipe de Ronaldinho Gaúcho ainda chegou a sair na frente, mas acabou sofrendo a virada da Sampdoria e perdeu por 2 a 1. Com a derrota em Gênova, o time milanês continua distante das líderes Internazionale de Milão e Roma.

Faltando quatro rodadas para o fim do Italiano, o Milan tem 64 pontos, contra 70 da líder Inter e 68 da Roma. A segunda colocada, porém, ainda faz neste domingo o clássico romano contra a Lazio. Já a Sampdoria entrou na zona de classificação à Liga dos Campeões com a importante vitória, somando 57 pontos, na quarta posição.

Ainda sem Pato, que se recupera de lesão, o Milan contou com Dida e Thiago Silva como titulares, além de Ronaldinho. Com os brasileiros tendo uma atuação discreta, sobrou para Borriello marcar o gol que colocou os visitantes em vantagem. Aos 20 minutos, ele cabeceou a cobrança de escanteio e fez 1 a 0. Tudo ia bem para a equipe milanesa até Bonera complicar as coisas.

No início o segundo tempo, o lateral cometeu pênalti em Cassano e foi expulso. O próprio atacante fez a cobrança e empatou a partida. Com um menos, o Milan começou a ser pressionado e Dida ia garantindo o empate. Mas, já nos acréscimos, o goleiro brasileiro não conseguiu defender a cabeçada de Pazzini, que escorou o cruzamento de Mannini.

Ainda neste domingo pela 34.ª rodada do Italiano, o Palermo só empatou por 2 a 2 com o Cagliari e caiu para quinto, ultrapassado justamente pela Sampdoria. Com 55 pontos, o time está mais próximo do sexto colocado Napoli, que chegou a 52 ao vencer o Bari por 2 a 1, com dois gols do argentino Lavezzi. Já o Genoa voltou à disputa pelas competições europeias com a vitória por 3 a 2 sobre o Parma.

Completando a rodada, a ameaçada Atalanta derrotou a Fiorentina por 2 a 1, mas segue na zona de rebaixamento. Além disso, outras duas partidas terminaram empatadas. Catania e Siena ficaram na igualdade por 2 a 2 a Udinese empatou por 1 a 1 com o Bologna.