O português José Mourinho e o italiano Marcello Lippi entraram oficialmente na lista de candidatos para assumir a seleção do México. O presidente da Federação Mexicana de Futebol, Justino Compeán, revelou que alguns membros da entidade viajarão para a Europa para conversar com os candidatos e tentar escolher um substituto para o demitido Hugo Sánchez.

Além de José Mourinho e Marcello Lippi, Javier Aguirre, do Atlético de Madri, José Pekerman, que já passou pela seleção argentina, e o brasileiro Luiz Felipe Scolari, atualmente em Portugal, já foram sondados para assumir cargo, que está vago desde que Hugo Sánchez foi demitido há duas semanas.

"Decio de María (funcionário da Federação) viajará no fim de semana para entrevistá-los. Teremos encontro com Scolari e Lippi que já sabem do interesse, e estamos procurando Mourinho para saber se ele tem interesse", disse Compeán.

Segundo Compeán, a Federação Mexicana não está preocupada com o custo de um treinador como Lippi ou Mourinho, ambos entre os melhores do mundo. "O dinheiro não será obstáculo, custe o que custar, queremos um vencedor", garantiu o dirigente.