enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Messi perde pênalti, mas Argentina vence a Alemanha

No próximo dia 7, os argentinos enfrentarão o Paraguai em Córdoba

No primeiro jogo entre as duas seleções desde a goleada por 4 a 0 da Alemanha sobre a Argentina nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, Lionel Messi e companhia foram até Frankfurt nesta quarta-feira e ficaram perto de devolver o placar, vencendo os donos da casa por 3 a 1.

Se a importância da partida não era a mesma de dois anos atrás, pelo menos a equipe comandada pelo técnico Alejandro Sabella deixou uma boa impressão antes de voltar a campo pelas Eliminatórias da Copa de 2014, em que ocupa o terceiro lugar. No próximo dia 7, os argentinos enfrentarão o Paraguai em Córdoba.

Já os alemães ligaram o sinal de alerta. Eliminados pela Itália nas semifinais da Eurocopa, disputada em junho, os comandados de Joachim Löw não têm muito tempo para lamentar o revés em casa, já que também no dia 7 estrearão na classificatória europeia para o Mundial diante de Ilhas Faroé, em Hannover.

Na Commerzbank-Arena, a Argentina poderia ter aberto o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, quando o goleiro Zieler cometeu pênalti e foi expulso. Mas Messi foi para a bola e parou na defesa de Stegen.

O primeiro gol então aconteceu aos 45. Após o escanteio, Sosa tentou desviar para a rede, mas quem abriu o placar foi Khedira, mandando contra a própria meta.

Após o intervalo, aos seis minutos, Messi recebeu de Agüero e adiantou para Higuaín. O atacante do Real Madrid devolveu e, de primeira, o Bola de Ouro da Fifa aumentou a vantagem.

O terceiro poderia ter acontecido aos 19, em linda jogada do ataque argentino. Higuaín foi acionado no meio e passou de calcanhar para Messi, que entrou na área e, de pé direito, tocou por cima do goleiro. A bola foi caprichosamente para fora, resvalando na trave esquerda.

A diferença foi ampliada aos 27, com um golaço de Di María. A zaga afastou parcialmente, mas o meia do Real Madrid pegou de primeira, do jeito que veio, e acertou uma bomba no canto direito de Stegen, que apenas olhou.

Dominada até esse momento, a Alemanha não conseguiu empatar, mas pelo menos não deixou que os argentinos devolvessem a goleada que sofreram na África do Sul. Aos 35 minutos, Gotze foi limpando pela direita e fez o levantamento. De peixinho, Howedes diminuiu.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas