Sob a acusação de ter participado de um homicídio em julho de 1999, o meia Piá, ex-Ponte Preta e hoje no Rio Preto, irá a júri popular nesta manhã, em Limeira. O atleta será julgado juntamente com Rui César Fernandes Paulini, assassino confesso do mototaxista Vailto Rodrigues da Rocha. Piá pode pegar de 6 a 20 anos de prisão.