A FIA decidiu tirar os pontos e multar a McLaren em US$ 100 milhões devido ao caso de espionagem envolvendo tecnologia desenvolvida pela Ferrari.

Os pilotos Lewis Hamilton e Fernando Alonso, líder e vice-líder do Mundial de F-1, não receberam punição alguma.

McLaren também não participará da classificação do Mundial de Construtores do ano que vem. Neste ano, a equipe liderava com 166 pontos contra 143 da Ferrari.