Felipe Massa aposta no GP da Rússia de Fórmula 1, no fim de semana, para deixar para trás os resultados ruins nas últimas duas corridas, no Japão e em Cingapura. Para o brasileiro, estas provas não representam a temporada razoável que vem fazendo com a Williams neste ano.

“Antes destas corridas, estávamos sendo bem consistentes. Claro que nestas provas as coisas não deram certo. Tive um pouco de azar com todos os problemas que tive”, afirma o brasileiro, lamentando contato com outros pilotos durante as duas provas que lhe custaram pneus furados.

Vindo de duas corridas para esquecer, Massa quer se recuperar justamente em uma pista em que não foi bem da última vez – justamente a estreia do Circuito de Sochi no calendário da F1. No ano passado, Massa não somou pontos na corrida russa, ao terminar a prova em 11º lugar.

“Desta vez eu esperar estar muito feliz ao deixar Sochi!. Uma vitória poderia causar esta alegria. Seria ‘o’ sonho [para o fim de semana]. Um pódio seria a segunda melhor coisa que poderia acontecer. Seria o sonho ‘B'”, diz o brasileiro.

Faltando apenas cinco corridas para o fim do campeonato, Massa admite que já pensa na próxima temporada, assim como boa parte dos pilotos do grid. E, projetando 2016, o brasileiro revela que ainda busca seu grande objetivo: ser campeão do mundo.

“Não posso dizer que estou feliz com a situação do momento. Estou feliz quando estou brigando por vitórias e pelo campeonato. Infelizmente agora não temos a possibilidade de alcançar isso. Mas eu realmente acredito que a minha hora vai chegar. Há sempre o amanhã!”, ressalta.