O técnico Mário Sérgio, do Atlético, vai esperar até o último momento para escalar sua equipe e tentar quebrar a série de derrotas, amanhã, em Caxias do Sul. Precisando da vitória sobre o Juventude para voltar a sorrir no brasileiro, o treinador rubro-negro quer se informar sobre as principais armas do adversário para tentar neutralizar o poder de fogo dos gaúchos, que lutam para fugir da zona de rebaixamento. O confronto está programado para 16h no estádio Alfredo Jaconi e Dagoberto e Alessandro Lopes deverão ser as novidades no Furacão.

“Eles têm uma dúvida sobre o esquema tático deles. Não sabem se vão de 3-5-2 ou 4-4-2 e por isso vou definir lá”, explica o comandante do Atlético. Hoje pela manhã, a equipe embarca para o Rio Grande do Sul e à tarde, treina no Centenário, estádio do Caxias. “O Benê (Ramos, auxiliar técnico) trabalhou lá e tem algumas pessoas que vão passar algumas informações. Às vezes, a gente erra, mas a nossa intenção é evitar o máximo possível de situações que possam nos prejudicar”, aponta.

De acordo com Mário Sérgio, o Juventude tem dois atacantes muito altos (Leonardo Manzi e Felipe), que podem levar muito perigo à zaga atleticana. Por isso, também existe uma dúvida na zaga e o ex-júnior Alessandro Lopes poderá ser lançado em Caxias do Sul. As chances do novato aumentaram depois que Daniel voltou a sentir uma lesão na coxa direita.