A vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba não foi suficiente para manter o Palmeiras vivo na Copa do Brasil, mas encerrou uma incrível série de 24 vitórias seguidas do adversário na temporada. O resultado obtido na última quarta-feira à noite, no Pacaembu, foi valorizado pelo goleiro Marcos, que exaltou o fato de o time paulista ter voltado a jogar um futebol digno de suas tradições, após a humilhante goleada por 6 a 0 sofrida no duelo de ida das quartas de final.

“Nós perdemos para o Coritiba (na semana passada), fomos eliminados por eles. Mas quem quebrou essa longa invencibilidade deles? O Palmeiras. De uma forma menos importante ficamos gravados na história do Coritiba”, afirmou Marcos, em tom de conformismo após a eliminação do time que agora mira o Campeonato Brasileiro, cujo início será no próximo dia 21.

E o ídolo palmeirense cobrou a manutenção da postura exibida diante do Coritiba, no Pacaembu, nas próximas competições que o clube disputar. “Nesta partida o time jogou como o Palmeiras tem que jogar sempre: com garra. Bem diferente do jogo de ida em Curitiba”, ressaltou.

A péssima atuação na capital paranaense também voltou a ser lamentada pelo atacante Kléber após a vitória por 2 a 0 nesta quarta-feira à noite. “A gente perdeu a classificação em Curitiba e sabíamos que ia ser difícil. O time teve muitas oportunidades de gols, mas não saíram no primeiro tempo. Fazer seis gols na segunda etapa era difícil, mas a gente demonstrou raça e conseguimos, pelo menos, sair com a vitória”, disse o jogador, que ainda agradeceu aos pouco mais de 6 mil torcedores que foram ao Pacaembu e chegaram até a gritar olé no final do segundo tempo, mesmo com a eliminação já certa naquele momento.

“Nós não esperávamos essa reação da torcida e estamos felizes com os que compareceram e que nos apoiaram durante toda a partida”, disse Kléber.

Eliminado na Copa do Brasil, o Palmeiras voltará a campo agora no dia 22 de maio, quando enfrentará o Botafogo, em São José do Rio Preto, no seu jogo de estreia no Campeonato Brasileiro.