São Paulo – A diretoria do Palmeiras se reúne na quarta-feira para decidir se vai multar ou não Marcinho e Enílton, que trocaram agressões na vitória de sábado sobre o Noroeste, por 3 a 1. O técnico Emerson Leão exigiu ainda em Bauru que os brigões fossem multados em 20% dos salários.

?Nada está decidido. Vamos ter uma reunião na quarta para analisar o caso?, revelou ontem o presidente do Palmeiras, Affonso Della Monica, desmentindo o que Leão disse no sábado.

O zagueiro Douglas e o volante Marcinho Guerreiro receberam o terceiro cartão amarelo na vitória de sábado sobre o Noroeste, em Bauru, e não vão enfrentar o Santos, domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista.

Antes do clássico com o Santos, o Palmeiras enfrenta o Atlético Nacional, da Colômbia, na quinta-feira, no Palestra Itália, pela segunda rodada da Libertadores.

Para esse jogo, Marcos, Daniel e Juninho -todos contundidos – são desfalques certos. Já Gamarra pode voltar, dependendo da recuperação da lesão muscular. A folga de Carnaval vai até amanhã, quando o time volta a treinar no CT.