Marcelo Moreno chegou ao Flamengo disposto a iniciar uma nova caminhada. Nada de alimentar dissabores, rancores e rusgas passadas. O atacante quer esquecer os últimos meses que passou no Grêmio, quando se envolveu em polêmica ao ser incluído em uma troca com o Palmeiras pelo atacante Barcos. Sem espaço no time gaúcho, Moreno foi afastado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo. No time carioca, porém, a concorrência é bem menor e o jogador terá a oportunidade de voltar a se destacar.

“A chegada de jogadores importantes em nível internacional tirou o meu espaço (no Grêmio). Foi uma opção do Luxemburgo. Respeito o treinador e aqui vou dar o meu máximo”, disse Moreno, já em Pinheiral, no Sul Fluminense, onde o Flamengo realiza uma preparação especial para o início do Campeonato Brasileiro.

O boliviano chega para disputar vaga (ou até mesmo jogar junto) com Hernane, autor de 15 gols na temporada. Mas o “Brocador” não tem reserva e ainda há dúvidas sobre sua capacidade de ser o homem de referência em uma competição longa como o Brasileiro.

“Meu foco está totalmente voltado ao Flamengo. Quero dar alegrias à nação.”

Como não joga há mais de dois meses, Moreno tem que recuperar o tempo perdido com seu afastamento no clube gaúcho. A parte física está em dia, mas o contato com a bola foi escasso. Mesmo assim, a comissão técnica rubro-negra trabalha com a possibilidade de deixá-lo preparado para a estreia no Brasileiro, contra o Santos, em Brasília, no dia 26.

Nesta sexta-feira, o atacante rubro-negro treinou em período integral, enquanto os demais participavam de mais um coletivo no qual o técnico Jorginho manteve o time titular que tem atuado. Para a partida contra o Campinense, na quarta-feira, em Juiz de Fora, o Flamengo deve jogar com Felipe; Léo Moura, Renato Santos, González e Ramon; Amaral, Elias, Renato e Gabriel; Rafinha e Hernane.