Insatisfeito no Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, Diego Maradona cobrou nesta terça-feira reforços para a próxima temporada do futebol local e ameaçou pedir demissão, caso seus pedidos não sejam atendidos.

“Estamos com um orçamento restrito, o que nos impede de contratar aqueles jogadores que tínhamos em mente”, afirmou Maradona, que deu um recado para a diretoria do clube. “Gostaria de avisar a todos, principalmente aos torcedores, que eu não aceitarei um orçamento reduzido na próxima temporada”.

Maradona fez o desabafo por não ter sido atendido em seus pedidos na janela de transferências, em janeiro. O ídolo argentino havia solicitado jogadores de renome para poder brigar pelo título nacional. No entanto, o clube contratou apenas dois atletas desconhecidos: o iraniano Mohammad-Reza Khalatbari e o argentino Juan Ignacio Mercier.

“Precisamos de um orçamento maior, que nos permita contratar jogadores que nos darão um empurrão. Se isso não acontecer, não será possível realizar o meu trabalho. Não terei condições de continuar neste cargo”, avisou.