Quando se reapresentou ao Botafogo, há uma semana, depois de não ser convocado para a Copa América, Jefferson deixou claro que se considerava o terceiro goleiro da seleção: “Desde a primeira oportunidade me coloquei no meu lugar. Quando cheguei, eu disse que era o quarto. Hoje , sou o terceiro, mas o Mano Menezes só podia levar dois”, disse o goleiro na ocasião.

O tempo mostrou que o botafoguense estava certo. Nesta terça-feira, atendendo um pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) liberou a convocação de um 23º jogador para a Copa América, desde que ele fosse um goleiro. Mano Menezes agiu rápido e convocou Jefferson para fazer companhia a Julio Cesar e Victor na meta brasileira.

Jefferson, de 28 anos, ganhou a disputa com Fábio, do Cruzeiro. Os dois foram observados por Mano Menezes na última convocação, para os amistosos contra Holanda e Romênia. O botafoguense vem sendo regularmente chamado desde a estreia de Mano. O cruzeirense teve a sua primeira chance com o treinador.