Mano Menezes optou por jogadores experientes quando montou o grupo do Corinthians para a disputa da Libertadores. E é agora que o treinador espera que seus atletas suportem a pressão do confronto de volta diante do Flamengo, no Pacaembu, pelas oitavas de final do torneio.

Para conseguir a classificação, o Corinthians precisará vencer o Flamengo por dois gols de diferença. Triunfo por 1 a 0 levará a decisão para os pênaltis. “É a vantagem mais complicada de ser revertida, mas não precisamos fazer um milagre. Temos um time preparado, e vamos buscar um gol de cada vez.”

O Corinthians é o único dos grandes clubes de São Paulo que ainda não ganhou a Libertadores. E a pressão pela conquista é ainda maior, já que o time está no ano do seu centenário. “Sabemos que a expectativa é muito grande. Por isso precisamos fazer a nossa parte e pedir que a torcida faça a dela nas arquibancadas.”

Apesar de o Corinthians ter atuado com um jogador a mais desde os 36 minutos do primeiro tempo, quando Maicon foi expulso, Mano temeu por uma derrota maior. “Faltou algo mais, e a gente até relaxou um pouquinho. Quando nos preparamos para um jogo, temos de pensar em tudo, e tomar um segundo gol seria complicado.”

Mano espera contar com o goleiro Felipe no segundo jogo contra o Flamengo. “O Julio Cesar passou confiança no Maracanã, mas o Felipe deve retornar na próxima quarta-feira. Vamos aproveitar o tempo de treino agora para nos preparamos bem”, explicou o treinador.