O técnico Mano Menezes minimizou a fraca atuação de Ronaldo nesta quarta-feira, na derrota por 1 a 0 para o Flamengo, e descartou deixar o atacante no banco de reservas no jogo da volta, na próxima quarta, no Pacaembu. Com o revés, o Corinthians precisará vencer por dois gols de diferença para avançar na Copa Libertadores.

“Acho que o desempenho dele é melhor que o dos outros na comparação lá na frente. E nessa hora não adianta voltar todas as baterias apenas para cima de um jogador. Não acho justo”, declarou o treinador, procurando defender o atacante. “O Corinthians vai brigar pela classificação com o Ronaldo em campo e o torcedor pode confiar que temos grandes chances de passar”, completou.

Mano também evitou culpar a chuva pela derrota do Corinthians. “A chuva prejudicou as duas equipes porque os dois times procuram jogar um futebol bem técnico. A bola ficou rifada na frente e a gente leva uma desvantagem porque causa da característica do ataque. Mas o segundo tempo proporcionou um toque de bola um pouco melhor. Atrapalhou um pouco as jogadas individuais, mas não faltou deslocamento na parte ofensiva”, analisou.

O técnico, porém, não escondeu a insatisfação com o tropeço. “A gente não sai satisfeito porque acha que poderia ter feito melhor e conseguido o resultado. Mas não estamos reclamando de injustiça e vamos ter que fazer um jogo melhor na quarta, quando as situações se invertem”.

“Não criamos tantas oportunidades, mas mesmo assim criamos oportunidades para estabelecer uma igualdade no marcador. Mas futebol não é oportunidade, mas sim bola na rede”, completou Mano Menezes.