O Cruzeiro promoveu mais duas estreias na temporada, no domingo. O lateral-esquerdo Dodô e do meia Rodriguinho vestiram a camisa cruzeirense pela primeira vez e atuaram como titulares. Eles eram os últimos reforços a estrear pela equipe mineira. E agradaram ao técnico Mano Menezes.

Contido em seus comentários, o treinador disse aprovar a atuação da dupla, que foi observada de perto na vitória sobre o Villa Nova por 3 a 0, fora de casa. Dodô atuou durante os 90 minutos, enquanto Rodriguinho foi substituído no segundo tempo. “Penso que é sempre difícil estrear jogadores com pouco tempo de trabalho, mas entendemos que era a hora”, comenta.

A dupla, na avaliação do técnico, deve crescer em rendimento e entrosamento nas próximas semanas, quando o time não terá jogos no meio de semana. “Temos um mês pela frente com semanas de trabalho para definir uma equipe mais base para os principais jogos”, avisa Mano.

Dodô e Rodriguinho, assim como os demais reforços – o volante Jadson, o lateral-direito Luis Orejuela e o meia Marquinhos Gabriel – fazem parte dos planos do treinador em contar com mais opções, principalmente quando estiver disputando dois ou mais torneios ao mesmo tempo.

Desde o fim do ano passado, o clube destaca que pretendia fazer contratações pontuais, para setores específicos, para manter a base e valorizar o entrosamento conquistado na temporada passada.

As novas opções, portanto, vão abrir o leque de possibilidades para Mano, mas sem descaracterizar o time. “Queremos rodar, mas ter uma base definida. Podemos definir uma nova base depois da chegada dessas peças e diante das estreias deles”, pondera o treinador.