O Manchester United voltou a decepcionar seu torcedor neste domingo, mesmo atuando em Old Trafford. Em jogo emocionante, a equipe saiu atrás do lanterna Fulham, conseguiu a virada, mas acabou levando o empate aos 49 minutos do segundo tempo. O empate por 2 a 2, pela 25.ª rodada do Campeonato Inglês, manteve a pressão sobre o técnico David Moyes, em meio a uma campanha muito abaixo do esperado na competição.

O resultado levou o Manchester aos 41 pontos, na sétima colocação, longe do Liverpool, que tem 50 e hoje estaria classificado para a Liga dos Campeões da Europa. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Arsenal, em clássico que acontecerá na quarta-feira. Já o Fulham segue na última posição, com 20 pontos, e duela com o Liverpool, também na quarta.

Depois de perder para o Stoke City no fim de semana passado, o Manchester começou mal novamente neste domingo e levou o primeiro gol aos 19 minutos. Holtby fez bela jogada pela lado esquerdo e deu enfiada de bola perfeita para Sidwell, que invadiu a área nas costas da zaga e, com um toque, deslocou o goleiro De Gea.

 

A situação poderia ter ficado pior se não fosse a incompetência do ataque do Fulham, que perdeu chance incrível aos 36 minutos. Após rápido contra-ataque, Richardson recebeu dentro da área, sozinho, de frente para De Gea, mas mandou por cima.

 

No segundo tempo, o Manchester foi para cima e deixou o Fulham inteiro recuado, com quase todos os jogadores na área. Depois de muito insistir, o time da casa chegou ao empate aos 33 minutos, quando Mata aproveitou confusão na área e bateu cruzado. Van Persie apareceu sozinho e empatou.

Os torcedores ainda comemoravam quando Carrick virou, um minuto depois. O volante chutou colocado, de fora da área, e contou com desvio da zaga para matar o goleiro Stekelenburg. Quando o jogo parecia definido, Vidic saiu jogando mal, Riise aproveitou e bateu. De Gea espalmou, mas a sobra ficou com Darren Bent, que cabeceou para a rede.