Continuar revelando jogadores. Esse é o objetivo do Malutrom no campeonato paranaense deste ano. Para isso, o time busca inicialmente se classificar entre os seis da chave sul para poder manter seus atletas o maior tempo possível na vitrine. E não há como negar que uma bela campanha pode abrir muitas portas, especialmente se ela for coroada com um título.

A prova de que o Malita aposta nas revelações é a média de idade do time. Apesar de ainda não ter confirmado o time que estréia contra o Rio Branco, às 16h, em Paranaguá, a média do time que atuou nos últimos jogos treinos é de 21 anos.

As novas apostas da equipe são os jovens Emerson Conceição, que joga na lateral-esquerda e tem 17 anos e o atacante Altair, de 19. Mas nomes como dos volantes Heligton e Íverton e o goleiro Rodrigão, que já são conhecidos no futebol paranaense, prometem dar um toque de experiência às equipe.

“O bom de um time jovem é a disposição. Todos estão muito animados e ansiosos para a estréia”, diz Mauro Madureira, que retornou à equipe na Copa Sesquicentenário e espera reeditar o sucesso da campanha de 98, quando o Malita ascendeu para a Série Ouro. A estréia será na quarta, contra o Rio Branco, em Paranaguá.

Time base: Rodrigão; Rafael, Hernandez, Ademir e Emerson Conceição; Heligton, Iverton, Fábio e Marcelo; Sabiá e Altair. Técnico: Mauro Madureira.