O meia-atacante Madson admitiu nesta terça-feira que não está tecnicamente num bom momento. Contra o Santo André, domingo passado, ele cometeu muitos erros de passes e, como já havia acontecido na derrota para o Corinthians, foi substituído no segundo tempo e saiu de campo insatisfeito.

“Nenhum jogador consegue se manter o ano inteiro em alta. Mas o que posso garantir é que venho me esforçando para voltar a jogar como no Campeonato Paulista. Aquele é o meu normal”, afirmou o jogador. “Futebol é coletivo, e ninguém fica feliz ao ser substituído, mas sempre acatei. Errei algumas coisas, mas estou feliz porque o time somou os três pontos e está chegando lá”, completou.

O que deixa Madson tranquilo é que os números estão do seu lado. Ele começou como titular nos 24 jogos do Campeonato Brasileiro e, embora volte ao meio-de-campo para ajudar na marcação, é o terceiro artilheiro do time com seis gols, três a menos do que Kleber Pereira e um do que Ganso.

Sem citar nomes, o ex-vascaíno concordou com as reclamações de Kleber Pereira, de que alguns jogadores estão exagerando nas firulas. “De repente, o jogador acha que está fazendo tudo certo e não está. Se o problema foi citado, é porque alguma coisa existe. Acho que tudo tem sua hora e que nada é proibido, desde que seja feito com objetividade”, concluiu Madson.