Foto: Valquir Aureliano

Túlio entra no time amanhã.

A bruxa anda solta para o lado do Coritiba. Às vésperas do jogo mais importante desta 2.ª fase, diante de um concorrente direto a uma das vagas à semifinal, dois jogadores responsáveis pelo setor de criação da equipe foram vetados pelo departamento médico. Caíco sentiu dores no joelho esquerdo e Marlos na coxa direita. Ambos não viajam para Maringá e permanecem na capital realizando tratamento médico. As contusões, aliadas à suspensão de Pedro Ken – que recebeu o 3.º cartão amarelo na 1.ª partida contra o Adap Galo -, obrigaram o técnico Guilherme Macuglia a inovar. Como praticamente todos os jogadores de armação do Alviverde estão no ?estaleiro?, o meio de campo será povoado por três volantes e um meia atacante. O Alviverde treinou ontem com Rodrigo Mancha, Juninho, Túlio e Geraldo.

Os dois últimos sendo responsáveis por levar o time ao ataque. Na frente, a dupla Keirrison e Eanes atuou normalmente, mas Ânderson Gomes também treinou como titular durante bom tempo. Na zaga, Ânderson Lima retorna ao time após cumprir suspensão. Durante o treinamento tático, o zagueiro Leandro saiu de campo reclamando de dores, mas nada que deixe o treinador Coxa mais preocupando ainda. Douglão treinou em seu lugar.

Apesar de a equipe estar praticamente definida para enfrentar o Adap Galo, no domingo à tarde, o treinador não confirmou o ?onze titular?. Hoje pela manhã, o elenco faz mais um treinamento no Couto Pereira e logo após o almoço embarca com destino a Maringá.

Coxa espera jogo nervoso, amanhã em Maringá

A partida entre Adap Galo e Coritiba tem tudo para ser um jogo nervoso e muito disputado. O time de Maringá necessita da vitória para continuar com chances de classificação e deverá pressionar o adversário em busca do resultado. Para o Alviverde o empate passa a ser um bom resultado. ?A pressão faz parte e nós vamos lá para jogar futebol?, disse Macuglia.

Para o experiente lateral-direito Ânderson Lima, caso o Galo se atire para frente em busca dos três pontos, o Coxa pode se aproveitar da situação.

?Na última partida eles só marcaram e isso dificultou para a gente, mas saindo pro jogo, nós poderemos surpreendê-los em um contra-ataque. Atuando de igual para igual as coisas ficam melhores?, concluiu.

A equipe do Coritiba está preparada para o difícil confronto. Na 1.ª fase, o Coritiba jogou no Willie Davids e saiu de lá derrotado por 4 a 2. Agora, valendo a classificação antecipada, o time de Curitiba pode adotar outra postura. ?O melhor resultado possível é a vitória, mas temos que jogar de acordo com as circunstâncias, pensando no campeonato?, complementou Rodrigo Mancha.