A comissão técnica com que Vanderlei Luxemburgo pretende trabalhar no Cruzeiro pode repetir a que serviu a seleção do segundo semestre de 1998 a 2000. Marcos Moura Teixeira foi primeiro preparador físico e depois supervisor-técnico da seleção, Paulo César Gusmão, treinador de goleiro, e Antonio Mello, preparador físico.

  Se conseguir reunir esse grupo, Luxemburgo pode estar preparando-se para, no início de 2003, voltar a dirigir a seleção. Sabe que conta com a simpatia da cúpula da Confederação Brasileira de Futebol, notadamente do presidente da entidade, Ricardo Teixeira.

  Tudo vai depender, porém, da campanha do Cruzeiro no Campeonato Brasileiro.