A Prova Especial Ney Braga, corrida mais importante da noite de quinta-feira, foi vencido facilmente por Luro, que assumiu a ponta nos primeiros metros e, sempre com Ask The Boss, que voltou muito bem, na segunda colocação.

Na reta Luro livrou maior vantagem, cruzando o disco com seis corpos na frente de Ask The Box,, com Guaramirin impressionando bem na terceira colocação. Big Joe e Gato Sulino, este sem render o esperado, terminaram nas posições imediatas.

Além de ter vencido muito fácil, Luro assinalando 2?08″9, ficando muito perto do recorde de Jack Grandi, que em 5 de junho de l998, marcou 2?08″5 para os 2.000 metros.

Luro, um filho de Legal Case e Seguradora (Big Lark), de criação Guayçara, defendeu as cores do Haras Monte Carlo e foi apresentado em boa forma por Olivio Zantedeschi. Angelo Marcio Souza dirigiu-o com tranqüilidade.

Prêmio Angelo Greca

Zé Pinga, do Stud Mandrake, foi o vencedor do Prêmio Angelo Greca, fazendo valer sua velocidade e, na reta, defendeu-se do ataque de Laçasso, com Sidewick na terceira colocação. O crioulo do Haras Bagé do Sul foi apresentado em boa forma por Ivo Oliveira e dirigido por Ulisses Duarte.

Provas complementares

Honoré Longchamp, mesmo vindo de longa ausência, venceu a prova de abertura, surpreendendo o favorito Canhão de Bagdá. O defensor do Stud Cha Cha Cha foi dirigido por Zeferino Moura Rosa.

Insaciada, do Haras Campo Belense, venceu a segunda prova, tocada com energia por Manoel Marques. Só nos metros finais dominou Robbanito, que estreou correndo muito, com Jean Genet perto na terceira colocação.

Nataf, do Stud Francisco José, confirmou seu favoritismo na terceira prova. Depois de dominar Manhattan, foi muito ameaçado por Lundie, que também apresentou-se com boa ação nos 200 finais.

Baby Gleamy, rendendo mais do que em seu compromisso anterior, venceu a quarta prova. A defensora do Haras Áustria, correndo mais atrasada, no final, tocada com energia por Jair Jesus, dominou Rolando Pata no final, com Last Won a seguir.

Irlandês Voador, dirigido por Emerson Gonçalves Cruz, marcou a primeira vitória do Stud T.N.T. no Tarumã, dominando o ligeiro Don Juan do Jotahp nos 150 metros finais. Renatão conseguiu bom terceiro.

Lampeggio, do Stud Margenta, venceu a penúltima prova em chegada sensacional. O favorito Royal Kali chegou a dar impressão de vitória, mas tocado com energia por Zeferino Moura Rosa, Lampeggio dominou a corrida nos metros finais. Rita Blanca terminou na terceira colocação.

Mailbox venceu a prova final. Tocada com energia por Jair Jesus, na fase decisiva da corrida, dominou Joana Colony, com Incendiário mais atrasado na terceira colocação.