A Prova Especial Alfredo Silvio Colle, corrida mais importante de sexta-feira, foi vencida de ponta a ponta por Lucky Wishbone. Depois de breve luta com Bico Blanco e Leporel-lo, firmou-se na ponta e, bem dosado por Júlio César Miranda, seguiu firme até o final.

 Fort Bird atropelou nos 300 finais, dando a impressão que poderia vencer a prova, mas com reservas o representante do turfe ponta-grossense seguiu até o final, para cruzar o disco com mais de um corpo, na frente de Fort Bird, com Ousado mais atrasado na terceira colocação. Ídolo, que era uma das forças, mancou gravemente no início da reta oposta, não completando o percurso. Foi a nota lamentável da corrida. Lucky Wishbone assinalou 2?11?3 para os 2.000 metros, em pista pesada.

Lucky Wishbone, um filho de Defrere e Jazz Matazz, de criação do Haras Ponta Porã, preparado em Uvaranas, por P.França e bem dirigido por Júlio Miranda, defendeu as cores do Stud T.T.F, cujos titulares deram um show de alegria na foto da vitória.

Provas complementares

Borghetti, bem dirigido por Emerson Gonçalves Cruz, venceu a prova de abertura defendendo a farda do Haras Xará/Mineral Park, sob os cuidados de Pedro Nickel Filho. Bold Heart, com boa atuação, formou a dobradinha, com Grã-Cruz na terceira colocação.

All Day?s, do Stud Champion Spirit, preparado por Marcus Vinicius Lanza, surpreendeu na terceira prova, dirigido por P.Braga. A favorita Virginela correu na ponta, mas na reta foi dominada por All Day?s, que venceu defendendo-se do ataque de Akin Thunder Alke Bianca na terceira colocação.

Fredo Corleone venceu facilmente a terceira prova. A favorita Talk About correu na ponta, mas na reta foi amplamente dominada por Fredo Corleone e ainda perdeu o segundo para Berillo Seller. O vencedor, de propriedade de Carlos Alberto K Lassance Júnior, foi apresentado por Marcus Vinicius Lanza, recebendo precisa direção de Rafael Rosário.

Terroir, do Stud C & T, preparado por Pedro Nickel Filho e dirigido por Emerson Gonçalves Cruz, confirmou seu favoritismo, vencendo fácil, decidindo a quarta prova nos 200 finais, com Magic Art e Espiando Corazon nas posições imediatas.

The Gipsy, preparado por José Azevedo e bem dirigido por Júlio Miranda, venceu defendendo a farda do Haras Belmont. Vito e Pasta Vera brigaram pela ponta na primeira parte do percurso, mas no final, com ótima ação prevaleceu The Gipsy, com Patriote e Quorum Máximo, pela ordem nas posições imediatas.

Quarter Gipsy, de criação e propriedade do Haras Anderson, preparado por Antenor Menegolo Neto, confirmou seu favoritismo no sétimo. Futuro da Noite chegou a dar impressão de vitória, mas no final foi vencido por Quarter Gipsy, enquanto Futuro da Noite ainda perdeu o segundo para Bengal Tiger.

Cezar Profeta, do Stud D?Barão, dirigido por J.Aparecido e apresentado em boa forma por Carlos Pereira Gusso. Vários animais brigaram pelas primeiras posições, mas no final prevaleceu Cezar Profeta, com Barra Nova surpreendendo na segunda colocação, chegando a seguir Tim di Yagle.

Decent, dirigido por Rafael Rosário, ganhou a prova final, defendendo a farda de Adelcio Menegolo, sob os cuidados de Antenor Menegolo Neto, com Tiger of Cord surpreendendo na segunda colocação, Landmann, que correu na ponta, atrasou-se para terceiro.

Apostas

O movimento de apostas atingiu a soma de R$ 125.849,00, que com o jogo das agências do Jockey Club Brasileiro, R$ 90.465,00, totalizou R$ 216.314,00.