Em uma final que contou com duas tenistas de apenas 17 anos, a sérvia Olga Danilovic desbancou a local Anastasia Potapova e se sagrou campeã do Torneio de Moscou, na Rússia. Neste domingo, ela fechou o jogo pelo placar de 2 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/7 (1/7) e 6/4, em 2h19min.

O triunfo de Danilovic surpreende também porque ela veio do qualifying. Era “lucky loser” e entrou na chave principal após a desistência de outra rival. A trajetória inesperada sobre o saibro de Moscou, contudo, terminou com o seu primeiro título de nível WTA na carreira.

Pelo meio do caminho, Danilovic eliminou a alemã Julia Görges, cabeça de chave número 1 do torneio e atual 10ª do ranking. Com a confiança obtida neste jogo, a sérvia cresceu na competição e, no primeiro duelo contra Potapova no circuito profissional, levou a melhor.

Atual 187ª do mundo, Danilovic conquistou o título apesar das dez duplas faltas registradas ao longo da partida. Potapova também se complicou no serviço, ao anotar oito. A sérvia, porém, aproveitou melhor suas oportunidades ao cravar oito quebras de saque, contra seis da adversária, atual 204ª do mundo.

Apesar da derrota, a tenista da casa não deixou a competição de mãos abanando. Nas duplas, ela e a veterana Vera Zvonareva derrotaram a local Alexandra Panova e a casaque Galina Voskoboeva por 6/0 e 6/3, e conquistaram o troféu.

CHINA – No Torneio de Nanchang, disputado sobre o piso duro, a final contou com somente tenistas da casa. E Wang Qiang, cabeça de chave número dois, se sagrou campeã ao contar com o abandono da rival, a compatriota Zheng Saisai, sexta pré-classificada, no segundo set. Qiang liderava o placar por 7/5 e 4/0 quando a adversária decidiu desistir da partida.