A estratégia definida para a montagem do elenco de 2014 vai, definitivamente, saindo do papel. No último sábado (21) – antes mesmo do previsto -, o capitão Lúcio Flávio renovou seu contrato por mais uma temporada.

Assim, da ‘espinha dorsal’ desenhada pela diretoria, apenas o zagueiro Anderson ainda não tem presença assegurada. Prestes a completar 35 anos (no início de fevereiro), Lúcio Flávio nunca escondeu o desejo de seguir no clube, com o firme objetivo de recolocar o Tricolor na Série A.

O Paraná, desde o término oficial da temporada, no dia 30 de novembro, já definiu as renovações do goleiro Marcos, dos volantes Édson Sitta e Ricardo Conceição e do meia Lúcio Flávio.

“São jogadores experientes e que dão uma cara ao grupo. Todos exercem uma liderança positiva e são exemplos para os mais jovens”, destacou o vice de futebol Celso Bittencourt.

Lúcio foi peça importante na campanha da Série B e sua ausência durante o início do returno, devido a uma lesão, foi um dos fatores que contribuíram para a queda de rendimento.

Com as renovações definidas, a diretoria volta atenções, nos próximos dias, nos ajustes finais em relação a reforços. Vários jogadores, já acertados, devem ter seus nomes confirmados pela diretoria, como o goleiro João Ricardo, os zagueiros Júnior Lopes e Naylhor, o lateral Breno Lopes e o atacante Paulo Roberto.

Até aqui, a diretoria só anunciou, via site, as chegadas dos atacantes Keno e Danillo Galvão, ambos do Águia de Marabá. No processo de reformulação do grupo, o Tricolor deve abrir a temporada com pelo menos doze ‘caras novas’, uma oxigenação considerada natural pela diretoria paranista.