Uma notícia surpreendeu a torcida atleticana na noite de ontem. Contratado pelo Furacão como um dos principais reforços para a temporada 2011, o atacante Lucas, 32 anos, anunciou que está pendurando as chuteiras.

A decisão inesperada encerra de forma frustrante a segunda passagem do jogador pela Baixada. O sonho de rever o craque que marcou época entre 1998 e 2000 e entrou para a história como autor do primeiro gol da Arena da Baixada não se tornou realidade para o torcedor rubro-negro.

Após um longo período no futebol japones, Lucas não foi nem sombra do artilheiro de outrora: jogou 20 partidas em marcou cinco gols. Em entrevista à página oficial do Atlético na internet, Lucas justificou a decisão.

“Em 2010 eu já tinha alguns pensamentos mas, seduzido pela vontade de voltar ao Brasil, imaginava que aquela desmotivação no Japão era momentânea. Mas vi que não estava mais apto a praticar o futebol. Quando você está satisfeito com o que fez em 15 anos de carreira, acho que não deve prolongar”, afirmou.

O atacante também fez questão de ressaltar seu carinho pelo clube que o projetou. “É com muita dor que deixo o clube que mais amei, mais me dediquei e mais ganhei. Sou atleticano. Não tem porque não guardar esse clube no meu coração.”

Com a camisa rubro-negra, Lucas conquistou o estadual de 2000 e a seletiva da Libertadores de 1999. No segundo semestre de 2000, foi vendido ao Rennes, da França, por 21 milhões de dólares, até hoje a maior negociação do futebol paranaense.