O técnico Joachim Löw revelou nesta quinta-feira que sete jogadores da seleção alemã estão com gripe. Apesar do inconveniente, o treinador ainda não sabe se o problema lhe trará desfalques para a partida desta sexta contra a França, no Rio, pelas quartas de final da Copa do Mundo.

“Sete estão infectados. Ainda é cedo para tomar qualquer decisão quanto ao time que vai jogar. Até o momento, eles não estão tão mal. Não quero fazer um drama sobre isso”, disse Löw à rádio alemã ARD.

Segundo o treinador, os jogadores doentes estão com “dor de garganta”. O caso mais preocupante é o de Christoph Kramer, que na quarta-feira estava sentindo calafrios e não treinou com o elenco. Auxiliar-técnico da Alemanha, Andreas Köpke afirmou que Kramer foi o único atleta do elenco que não treinou na quarta-feira e que os demais estavam prontos para ir para o Rio.

O caso de gripe tirou o zagueiro Mats Hummels da vitória por 2 a 1 sobre a Argélia nas oitavas de final do torneio, disputada na segunda-feira. O defensor voltou a treinar depois do jogo e na quarta-feira publicou no Twitter foto sentado em uma praia e afirmando estar recuperado, mas Löw disse que a condição do atleta piorou.