Quase dois meses depois de anunciar a permanência de Kimi Raikkonen por mais uma temporada na F-1, a Lotus divulgou hoje a extensão do contrato de seu companheiro, Romain Grosjean.

O piloto francês, que neste ano ficou mais conhecido pelos inúmeros acidentes nos quais se envolveu do que por suas performances na pista, continuará a fazer dupla com Raikkonen por mais um ano.

Em seu retorno à F-1 neste ano -havia feito sua estreia na Renault, em 2009, quando substituiu Nelsinho Piquet no time francês, Grosjean foi três vezes ao pódio: nos GPs do Bahrein, do Canadá e da Hungria.

Completou o Mundial em oitavo, com 96 pontos, e foi suspenso por uma corrida (o GP da Itália) depois que se envolveu no sexto acidente durante a largada de uma prova.

“É fantástico para mim continuar na Lotus em 2013. Estou ansioso pela nova temporada e quero retribuir a confiança da equipe em mim já na Austrália [abertura do Mundial, em 17 de março]”, afirmou o piloto francês.

“Aprendi muito em minha primeira temporada completa na F-1 e meu objetivo é colocar estas lições em prática com uma performance mais forte e consistente na pista no próximo ano. Mal posso esperar a hora de voltar ao carro”, completou Grosjean, 26.