O espanhol Jorge Lorenzo enfim conseguiu romper o domínio de Marc Márquez na temporada 2013 da MotoGP. Neste domingo, o atual campeão venceu a etapa da Grã-Bretanha da MotoGP, realizada no circuito de Silverstone, após superar um duelo espetacular com Márquez. Assim, interrompeu uma série de quatro vitórias consecutivas do compatriota.

Márquez, porém, precisou correr sem estar nas condições ideais neste domingo. O espanhol sofreu uma lesão no ombro antes da corrida, no warm-up. Pole position, o piloto da Honda perdeu a liderança logo na largada para Lorenzo, mas permaneceu o restante da prova próximo ao piloto da Yamaha.

A disputa entre eles pela liderança se intensificou nas três voltas finais. Márquez assumiu a primeira colocação, mas recebeu o troco de Lorenzo na penúltima volta. Na última, Márquez retomou a ponta na sequência de curvas da Arena. A poucos metros do fim, porém, Lorenzo assumiu definitivamente a primeira colocação na Luffield para garantir a vitória em Silverstone.

O também espanhol Dani Pedrosa, que perdeu algumas posições na largada, mas depois se recuperou, terminou a etapa da Grã-Bretanha na terceira colocação. O italiano Valentino Rossi, da Yamaha, ultrapassou o espanhol Álvaro Bautista na última volta para garantir o quarto lugar.

O alemão Stefan Bradl terminou a prova na sexta colocação, seguido pelo inglês Cal Crutchlow, pelo norte-americano Nicky Hayden, pelo também inglês Bradley Smith e pelo espanhol Aleix Espargaró, que completaram as dez primeiras posições da etapa da Grã-Bretanha da MotoGP.

Apesar de ter sido superado, Márquez permanece na liderança do campeonato, com 233 pontos, contra os 203 de Pedrosa. Já Lorenzo ocupa a terceira colocação, com 194, após a disputa de 12 das 18 etapas da temporada 2013. A 13ª prova do campeonato da MotoGP, a etapa de San Marino, será disputada no dia 15 de setembro.

Confira o resultado final da etapa da Grã-Bretanha da MotoGP:

1º. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha) – 20 voltas em 40min52s515

2º. Marc Márquez (ESP/Honda) – a 0s081

3º. Dani Pedrosa (ESP/Honda) – a 1s551

4º. Valentino Rossi (ITA/Yamaha) – a 13s233

5º. Álvaro Bautista (ESP/Gresini Honda) – a 13s298

6º. Stefan Bradl (ALE/LCR Honda) – a 20s227

7º. Cal Crutchlow (ING/Tech 3 Yamaha) – a 26s299

8º. Nicky Hayden (EUA/Ducati) – a 35s993

9º. Bradley Smith (ING/Tech 3 Yamaha) – a 36s119

10º. Aleix Espargaró (ESP/Aspar) – a 53s196

11º. Andrea Iannone (ITA/Pramac Ducati) – a 59s058

12º. Michele Pirro (ITA/Pramac Ducati) – a 1min00s710

13º. Héctor Barberá (ESP/Avintia) – a 1min01s690

14º. Colin Edwards (EUA/Forward) – a 1min01s843

15º. Danilo Petrucci (ITA/Ioda) – a 1min08s833

16º. Randy de Puniet (FRA/Aspar) – a 1min09s063

17º. Claudio Corti (ITA/Forward) – a 1min16s474

18º. Hiroshi Aoyama (JAP/Avintia) – a 1min16s535

19º. Michael Laverty (IRN/Paul Bird) – a 1min32s057

20º. Yonny Hernández (VEN/Paul Bird) – a 1min36s224

21º. Bryan Staring (AUS/Gresini Honda) – a 2min00s635

Não completaram:

Andrea Dovizioso (ITA/Ducati)

Lukás Pesek (RCH/Ioda)