O Londrina encerrou a primeira parte da pré-temporada ontem pela manhã. Os jogadores foram a campo para fazer mais uma atividade com bola, focando cruzamentos, cabeceios e ataque contra defesa, fechando as cinco semanas de treinamento antes das férias. Porém, já no dia 5 de janeiro, todo o elenco e comissão técnica já retomam as atividades, seguindo a intensa preparação para a disputa do Campeonato Paranaense.

Segundo o técnico Cláudio Tencati, a maratona de treinamentos é importante para que o time mantenha o bom desempenho apresentado em 2014. Para ele, o título estadual e o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro deixaram o Tubarão mais visado. “Os adversários vão estudar mais o Londrina e o respeito será maior, até porque agora somos referência. Automaticamente teremos mais dificuldades, por isso já estamos visando novos sistemas de jogo, alternativas dentro de campo e jogadas ensaiadas. Tudo para nos prepararmos da melhor maneira possível”, avaliou o treinador.

Campeão estadual depois de 22 anos, agora o Alviceleste sonha com o bicampeonato. Algo que, para Tecanti, é possível conquistar. “É preciso ter um time competitivo e que tenha como objetivo os resultados positivos. A maior virtude de 2014 foram os pensamentos concretos, não se desestabilizar e manter o foco, independentemente das adversidades”, completou ele.

Para a próxima temporada, o Londrina contratou, até o momento, apenas o meia Fabinho, que disputou a Série D pelo Santos-AP. Além dele, as novidades ficam por conta dos atacantes Neilson e Wérverton, que retornaram no começo de novembro dos empréstimos para Icasa e Portuguesa, respectivamente. A aposta é na manutenção da base deste ano. Entre os titulares, o único que foi embora foi o atacante Bruno Batata.