O futebol paranaense entra em campo com três equipes esta noite na Copa do Brasil. Além do Atlético, os representantes do interior do Estado jogam hoje, buscando a classificação para a terceira fase – um lucro técnico, de marketing e financeiro. É por isso que Londrina e Cianorte estão tão focados para enfrentar os desafios “de elite”.

Para o Tubarão, um de nossos times na Série B, o rival vem da Série A. É o Ceará, no jogo das 19h30, no estádio do Café. Após a eliminação precoce na Taça Dionísio Filho, o Londrina utilizou os últimos dez dias para treinar pesado, tentando arrumar a casa depois das derrotas seguidas para Coritiba e Cascavel.

O técnico Ricardinho decidiu fazer mudanças profundas no time. Luizão, Felipe, Rômulo, Wesley e Thiago Primão perderam as posições (os dois primeiros também estão lesionados), com Del’Amore entrando na zaga, Igor Miranda na lateral-esquerda, Moisés e Marcinho no meio-campo e a revelação Miullen no ataque. “Eu acho que a gente precisa criar mais. Nós apostamos em velocidade pelo lado, mas criamos pouco. Não precisamos só de movimentação, mas de criatividade. Velocidade com criatividade”, explicou o ex-comandante do Paraná Clube e do próprio Ceará, hoje no LEC.

Rafael Xavier é a dúvida do Cianorte. Foto: Divulgação/Cianorte FC
Rafael Xavier é a dúvida do Cianorte. Foto: Divulgação/Cianorte FC

Leão do Vale

Para o Cianorte, que está na Série D, o desafio é contra o Criciúma, que disputa a Segundona, às 20h30, no Heriberto Hulse. O técnico Marcelo Caranhato espera pela recuperação de Rafael Xavier, principal jogador do time na temporada – isso que Sílvio, Filipe Ramon e Jovany já foram descartados por problemas clínicos. Se Xavier não puder atuar, Richarlyson será titular diante do Tigre.

“Sabemos da dificuldade que é jogar com o Criciúma. Eles são acostumados a jogar a Copa do Brasil. Espero que a gente consiga ter um time equilibrado pra ter sucesso”, afirmou Marcelo Caranhato.

Nesta segunda fase da Copa do Brasil, os confrontos acontecem em partida única, sem qualquer vantagem. Empate nos 90 minutos levará a decisão para os pênaltis.