O Comitê Organizador da Olimpíada de 2012 divulgou nesta quinta-feira um plano especial para evitar que os atletas e os participantes da competição sofram com o congestionado trânsito de Londres. O projeto prevê que 168 quilômetros de ruas da cidade sejam reservados para o uso das delegações olímpicas durante a realização do evento.

As ruas não ficarão fechadas para o uso regular, mas receberão sinalização especial e terão o acesso facilitado para as delegações olímpicas. Os trechos escolhidos para fazer parte do projeto ligam o Parque Olímpico, construído na zona Leste de Londres, ao centro da cidade e aos locais de competição, como o Estádio de Wembley.

O projeto ganhou o nome de “Olympic Route Network” (rede de rotas olímpicas). E prevê também a criação de faixas específicas para uso exclusivo das delegações olímpicas. Assim, os organizadores dos Jogos de Londres esperam livrar os atletas do estresse e dos atrasos tradicionalmente provocados pelo trânsito.

“Outras cidades aprenderam da pior maneira a importância de ter um organizado e eficiente sistema de transporte. É isso é absolutamente fundamental para o sucesso da Olimpíada”, afirmou o ministro dos Jogos Olímpicos, Hugh Robertson. “Esse plano cria um balanço apropriado entre as demandas do evento e as necessidades da população.”