O meia Lincoln foi anunciado na noite desta quarta-feira como novo reforço do Avaí para a sequência do Campeonato Brasileiro. O jogador de 32 anos, que não vinha sendo muito aproveitado pelo Palmeiras, já viajou para Florianópolis para acertar os últimos detalhes do contrato – ele foi emprestado até o final do ano, com opção de renovação para a próxima temporada.

“Lincoln é um jogador de ponta do futebol brasileiro, brilhou por onde passou. A sua carreira na Europa mostra isso”, disse o presidente do Avaí, João Nilson Zunino, ao comemorar a chegada do reforço. “Lincoln está entre as maiores contratações da história do futebol catarinense. E o mais importante é que não fugimos da nossa realidade, do que estipulamos como teto para os atletas.”

Lincoln disputou seis jogos no Campeonato Brasileiro com a camisa do Palmeiras. Por isso, pode se transferir para qualquer outro time da Série A. A negociação dá fim a uma longa novela que começou no início de julho, quando o meia pediu para o técnico Luiz Felipe Scolari não escalá-lo na partida contra o América-MG, porque ele tinha proposta para ir embora.

Na época, o jogador tinha propostas do Grêmio e do Fluminense, mas em ambos os casos a negociação fracassou por causa de seu alto salário. Para acertar com o Avaí, Lincoln terá parte de seu pagamento bancado pelo Palmeiras, que ainda tem vínculo com o jogador até o final do ano. Ao todo, ele fez 48 jogos e marcou sete gols com a camisa palmeirense.