A campanha ruim do Milan no Campeonato Italiano começa a deixar o treinador Leonardo em situação delicada no clube. Mas o brasileiro não parece incomodado. Nesta terça-feira, ele afirmou que não se preocupa com os questionamentos sobre seu trabalho.

“O treinador é sempre questionado, mas para mim esta é a coisa

menos importante. Portanto, não me preocupo”, disse o ex-lateral-esquerdo de Flamengo, São Paulo, seleção brasileira e do próprio clube italiano.

O Milan é apenas o 11º colocado no campeonato nacional, com oito pontos ganhos após seis rodadas – são duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Mas para Leonardo, a pressão pode diminuir em caso de bom resultado contra o Zurique, na quarta-feira, pela segunda rodada da Liga dos Campeões.

“Até agora temos uma temporada de altos e baixos, e ganhar do

Zurique é muito importante. Em períodos como este, cada jogo

pode dar uma virada no clima do clube”, afirmou o treinador. Em sua estreia na Liga dos Campeões, o Milan venceu o Olympique de Marselha, fora de casa, por 2 a 1.