A Prefeitura de Curitiba começou a analisar nesta semana 419 projetos inscritos na Lei Municipal de Incentivo ao Esporte. O número de inscritos no segundo semestre de 2009 é 41% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram apresentados 297 projetos.

“Houve um crescimento pelas verbas da Lei de Incentivo, com aumento de propostas em todas as categorias, como artes marciais. Estes projetos receberão verba no primeiro semestre de 2010”, diz o secretário municipal do Esporte e Lazer, Rudimar Fedrigo.

Das propostas apresentadas no segundo semestre deste ano, 333 foram protocoladas por atletas, 36 por federações e associações esportivas, 29 por para-atletas e 21 na categoria de educação e pessoa física. Os 419 projetos englobam diversas modalidades, com predomínio de atletas das áreas de artes marciais, atletismo e natação.

Neste ano, o Departamento de Incentivo ao Esporte e Promoção Social da Secretaria Municipal do Esporte e Lazer liberou R$ 1,3 milhão. Este valor é 15% maior que 2008. “A Prefeitura está trabalhando para ampliar os recursos da Lei de Incentivo ao Esporte, com aumento da isenção fiscal do IPTU. Esta ajuda ao atleta é importante, em especial, agora que o Brasil sediará as Olimpíadas de 2016”, afirmou o diretor de Incentivo, Alceu Mentta.

Para analisar as propostas, os projetos foram divididos segundo a modalidade esportiva, categorias masculina e feminina, faixa etária e para-desporto, além da classificação do atleta no ranking municipal, estadual, nacional e internacional. Na avaliação, deverá constar a ação social que será desenvolvida como contrapartida pelo repasse de recursos municipais.

O resultado da análise será divulgado no início de dezembro. Para saber o resultado, o atleta deverá ir pessoalmente à Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Rua Desembargador Westphalen, 1566, Rebouças), durante o horário comercial, para saber se foi aprovado.