A derrota para o Bahia, de virada, por 4 a 3, no sábado passado, está custando caro para o elenco do São Paulo. Nesta quarta-feira, os jogadores ficaram 1h30 na sala de vídeo do CT da Barra Funda para assistirem ao vídeo com os erros deles no jogo em Pituaçu, quando o time paulista vencia por 3 a 1, tinha o domínio do jogo, e permitiu a virada. Emerson Leão criticou bastante a atuação do time na ocasião e voltou a repetir as críticas internamente nesta quarta.

“Ele (Leão) cobrou bastante. A gente viu o jogo inteiro. Isso é bom para a gente rever nossos erros para não cometer os mesmos no próximo jogo”, completou Lucas.

Depois, sob sol forte, os jogadores foram a campo para treinar. Ainda como reflexo da derrota para o Bahia, foi o setor defensivo que recebeu maior atenção de Leão. Além dos quatro zagueiros disponíveis – Luiz Eduardo, Xandão, Rhodolfo e João Filipe – participaram da atividade Jean e Cícero. O primeiro vai substituir Piris, que está com a seleção paraguaia, o segundo é o novo titular da ala esquerda com a barração de Juan.

Durante todo o trabalho, Leão conversou muito com os jogadores e acertou o posicionamento deles, insistindo para que os defensores se preocupassem com a linha de impedimento. Dos quatro zagueiros que treinaram, só três serão titulares da partida contra o Avaí, sábado, no Morumbi. Luiz Eduardo disputa uma vaga com Xandão, que volta de suspensão. Rhodolfo e João Filipe seguem entre os titulares.

Pela direita, Jean comemora mais uma oportunidade, a primeira com Leão. “Chegou o momento. Acho que vou ter esta chance. Precisamos ver até a hora da escalação, mas sou o primeiro reserva na posição. Vou ter minha segunda chance. Contra o Cruzeiro e Internacional tive a oportunidade de jogar e espero aproveitar da mesma maneira”, disse o jogador.