Treino secreto foi a maneira encontrada pelo Atlético para tentar surpreender os adversários (Palmeiras e Coritiba) que terá pela frente no decorrer desta decisiva semana. Ontem, no CT do Caju, Leandro Niehues ensaiou jogadas e posicionamento durante aproximadamente uma hora para só depois liberar a presença da imprensa. A única movimentação acompanhada pelos jornalistas foi um treino tático, sem a presença de vários titulares, e cobranças de falta e penalidades realizadas por outro grupo de jogadores. “É uma semana decisiva e vamos jogar contra adversários que temos dificuldades em saber como vão atuar. O Palmeiras, por exemplo, a gente tem ideia, mas não sabe exatamente quem vai jogar. Esse trabalho de hoje (ontem) é para guardar alguma coisa e colocar dúvidas na cabeça do adversário. Porque um detalhezinho no início do jogo pode te dar alguma vantagem”, confidenciou o comandante.

A ausência do atacante Bruno Mineiro, que se recupera de uma lesão no tornozelo esquerdo, também serve para aumentar o mistério no Furacão. O jogador permanece em tratamento no DM, fazendo fisioterapia, até momentos antes da viagem para São Paulo (hoje à tarde). “Vamos esperar até o último momento porque quero contar com o Bruno. É um jogo decisivo onde o gol na casa do adversário faz toda a diferença”, comentou Niehues.

O que deu para notar durante o treino é que o técnico tem à disposição todo o grupo, com exceção de Claiton. Os atacantes Wallyson, Marcelo e Alex Mineiro participaram das atividades e um deles pode aparecer na lista de convocados. “São atletas de qualidade com características de velocidade e de lado de campo, situação que estávamos tendo dificuldades por falta de opções. Eles estão acelerando (procedimento) para podermos contar com eles no domingo (contra o Coritiba)”. O mais cotado para viajar a São Paulo é Marcelo.

Surpresa

A novidade foi a participação do lateral-direito Lisa, recém contratado. Ele treinou e caso seu nome conste no Boletim Informativo Diário (BID) até 48horas antes da partida, pode ser a surpresa na escalação para enfrentar o Palmeiras. “É um atleta que está esperando oportunidade em uma equipe grande e fez por merecer. Com certeza vai viajar e vamos decidir se ele vai começar jogando ou fica como opção”, disse Niehues.