Mesmo vindo de um 1.º tempo de decisão diante do Palmeiras e com pouco tempo de descanso e treinamento, o técnico do Atlético, Leandro Niehues dá o tom do que representa o Atletiba. “Existem situações que não vale sacrifício. Mas domingo (hoje) é final e vale sacrifício” afirmou. Desta maneira, dois jogadores irão se doar para que o Furacão entre no gramado com o que há de melhor no momento. O zagueiro Rhodolfo – que há tempos reclama de dores musculares e o atacante Bruno Mineiro. O atacante passou a semana em tratamento para recuperar a contusão no pé e estar “quase” 100% apto para o confronto. E a expectativa em torno da escalação do atacante tem seus motivos. Bruno é o artilheiro do Atlético e do Estadual com 11 gols em 14 jogos (13 deles como titular). E neste período de Furacão, não passou mais do que dois jogos em branco. Como nos seus últimos dois jogos pelo estadual (Paraná e Operário) – não balançou a rede adversária por sair contundido, o Coxa que se cuide.

Ao lado de Bruno Mineiro estará outro jogador que vem conquistando a torcida rubro-negra principalmente pela sua disposição em campo: Javier Pepe Toledo. O argentino também já mostrou sua veia de artilheiro já que nos últimos três jogos pelo Campeonato Paranaense, marcou três gols.

É com esse poderio ofensivo que o Atlético pretende nocautear o adversário e, quase duas décadas depois, calar novamente o grito de é campeão da galera coxa-branca.