enkontra.com
Fechar busca

De Letra

Leandro marca na estreia e dá vitória ao Palmeiras

Durante a semana, Leandro fez questão de divulgar uma foto de infância em que aparece com a camisa do Palmeiras, dizendo ser torcedor do clube desde criança. Neste domingo, o ex-gremista fez sua estreia com o uniforme alviverde e precisou de 12 minutos para marcar seu primeiro gol, o da vitória sobre o União Barbarense, por 1 a 0, no Pacaembu, pela nona rodada do Paulistão. A equipe da casa já estava com um jogador a menos em campo, uma vez que Marcelo Oliveira foi expulso.

O jogo marcou o retorno de Valdivia, que não atuava há três semanas. Com a vitória, o Palmeiras chegou a sete jogos sem perder, numa sequência de quatro vitórias em casa e três empates fora. Assim, foi a 16 pontos, assumindo o quarto lugar.

Agora o Palmeiras volta a campo na quinta-feira, no Paraguai, onde enfrenta o Libertad pela Libertadores. No próximo fim de semana a equipe não joga pelo estadual, uma vez que adiou para o dia 14 de março o confronto diante do Paulista. Assim, só joga de novo pelo Paulistão daqui a duas semanas, no clássico contra o São Paulo, no Morumbi.

Já o Barbarense, que não vence há um mês, acumulou seu sexto jogo sem resultados positivos (cinco derrotas, um empate). Por isso ocupa o antepenúltimo lugar, com cinco pontos. Seu próximo jogo é contra o Oeste, sexta, em Itápolis.

O JOGO – Mesmo com Valdivia à disposição, Gilson Kleina resolveu repetir o mesmo time que venceu o Sporting Cristal e empatou com o Corinthians, resultados que empolgaram a torcida. Tanto é que o Pacaembu recebeu bom público nesta tarde, de mais de 20 mil pessoas.

Apesar do entrosamento, o Palmeiras não fez um grande primeiro tempo. Tanto é que a primeira jogada de perigo foi só aos 18 minutos. Vinicius pegou a bola no campo de defesa, avançou pela esquerda, chegou à meia-lua e bateu rasteiro. Walter pegou com a ponta dos dedos.

Vinicius, porém, quase não recebia bolas e as jogadas mais perigosas eram dos volantes. O lance mais perigoso do primeiro tempo foi de Márcio Araújo. Aos 32, ele arriscou de média distância e a bola beliscou o pé da trave direita. O volante, porém, ainda perderia outra chance, aos 41. Souza fez lançamento longo, o goleiro se antecipou a Márcio Araújo, mas não segurou e soltou a bola no pé do palmeirense. Araújo demorou a decidir o que fazer e, mesmo com a gol vazio, acabou não finalizando.

O Barbarense não assustou na primeira etapa e só foi conseguir fazer isso na volta do intervalo, quando Alex Reinaldo bateu falta direto para o gol e quase encobriu Fernando Prass, mal posicionado.

Vendo que o meio-campo criava pouco, Gilson Kleina chamou Valdivia aos 10 minutos do segundo tempo. E com o chileno em campo o Palmeiras melhorou. Num dos primeiros toques na bola, o meia deixou Vinicius na cara de Walter, mas o atacante chutou em cima do goleiro. No rebote, Souza tentou de bicicleta, mas mandou na mão de Walter.

Exatamente quando o Palmeiras cresceu no jogo, Marcelo Oliveira fez falta em Bachin na entrada da área e, como já tinha amarelo, foi expulso. Kleina, porém, decidiu não recompor o time. Em seguida, trocou Vinicius por Leandro.

Com um jogador a menos pelo lado alviverde, o jogo ficou mais aberto. Bachin levou perigo ao receber nas costas da zaga, mas Prass saiu bem do gol. Aos 32, Caio, que havia acabado de entrar no lugar de Márcio Araújo, tentou de cabeça e exigiu linda defesa de Walter.

O gol saiu aos 36 minutos. Itaqui deu bobeira na saída de bola, Caio roubou e ela sobrou para Leandro. O estreante, esperto, cortou para o meio e chutou rasteiro, no canto direito, sem chances para Walter. A festa foi tanta do atacante, palmeirense desde criança, que ele jogou a camisa longe e foi comemorar com a torcida.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS 1 X 0 UNIÃO BARBARENSE

PALMEIRAS – Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Vison, Márcio Araújo (Caio), Souza e Wesley (Valdivia); Patrick Vieira e Vinicius (Leandro). Técnico – Gilson Kleina.

UNIÃO BARBARENSE – Walter; Alex Reinaldo, Juliano, Edson Borges e Guilherme Batata; Junior Goiano (Edilson Azul), Bruno Pires (Rafael Silva), Itaqui e Bachin; Cesinha e Caihame (Dairo). Técnico – Moisés Egert.

GOLS – Leandro, aos 36 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

CARTÕES AMARELOS – Leandro, Edilson Azul, Bruno Pires e Itaqui.

CARTÃO VERMELHO – Marcelo Oliveira.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas